in ,

⚠️ Prostitutas ameaçam divulgar a lista de clientes se não receberem apoios do estado devido à pandemia

A pandemia tem dificultado, e de que maneira, os proprietários dos mais variados tipos de negócio. Não só o sector da cultura e da restauração se têm visto numa posição extremamente fragilizada como também as profissionais do sexo têm sofrido, uma vez que as casas de alterne e negócios similares estão fechados e ainda ninguém percebeu bem quando vão abrir, mesmo com o plano de desconfinamento gradual em vigor.

Agora, uma série de prostitutas e trabalhadoras sexuais têm recorrido à internet para lançar um aviso: muitas estão dispostas a divulgar a sua lista de clientes caso não recebam apoios do estado.

Uma destas trabalhadoras, Núria Marinho, falou com a imprensa sobre o plano: “O que estão a fazer connosco desde março de 2020 é absolutamente surreal. Somos completamente descartadas quando chega a hora de tomar decisões e os apoios só dão vontade de rir. Pessoalmente, guardo desde 2004 um Excel com TODOS os clientes com quem mantive relações, bem como diversas informações de cada um, nomeadamente idade, estado civil e até a duração do ato sexual, tendo também um campo de duração do ato sexual em média guardada para aqueles que são clientes habituais”.

“Sei que posso vir a estragar casamentos com esta decisão, eu e as minhas colegas que também querem participar no movimento, mas acho que é hora de dizer BASTA e é hora de recebermos o respeito e os apoios que merecemos”, completou Núria.

Conheces alguém que possa estar em sarilhos se esta medida andar para a frente?

Nota: Artigo fictício/satírico/humorístico. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade, é meramente ficcional.