"A Austrália não existe e as pessoas que lá vivem são atores pagos pela NASA"

“A Austrália não existe e as pessoas que lá vivem são atores pagos pela NASA”

Há um número cada vez maior de pessoas a acreditarem que o nosso planeta é, de facto, plano. Mas a coisa ainda melhora. Essas mesmas pessoas estão agora a insistir que a Austrália não é mais do que uma grande farsa. De acordo com o que tem circulado na página oficial do movimento no Facebook, o país inteiro (e presumivelmente as 24 milhões de pessoas que lá habitam) é completamente FALSO.

A ideia surgiu entre aqueles que acreditam na Teoria da Terra Plana, onde mais de 200 pessoas se juntaram para confirmarem entre si que a Terra não é mais do que uma panqueca gigante…

A história da “Austrália falsa” teve origem em 2017 e foi Shelley Floryd, de origem britânica, que lhe deu vida. A verdade é que muita gente tem seguido esta linha de pensamento. No testamento que foi colocado no Facebook, pode ler-se que a Austrália não é real e que é uma farsa para nos fazer acreditar que os britânicos moveram os seus criminosos para outro local.

Eles vão mais longe e explicam que esses mesmos criminosos foram descarregados em navios para o meio do mar, tendo acabado por morrer afogados. De acordo com esta teoria, a Austrália não é mais do que uma tentativa de encobrir um dos maiores homicídios em massa da história.

Como se não bastasse, na publicação podemos ler que os australianos não são mais do que pessoas geradas a computador, isto é, atores contratados pela NASA para fazerem as pessoas acreditar de que, de facto, o país existe e é habitado.

O que dizer?