A dívida da prostituta

A dívida da prostituta

Não sei quem foi o génio que o escreveu… mas está genial…

Em Agosto, numa pequena cidade, caía uma chuva torrencial e há vários dias que a cidade parecia deserta.

Faz tempo que a crise vem fustigando este lugar, todos tem dividas e vivem à base de créditos.

Por fortuna chega um milionário forrado de dinheiro e entra no único e pequeno hotel do lugar, pede um quarto, põe uma nota de 100 Euros na mesa da recepcionista e vai ver se lhe agrada o quarto.

– O chefe do hotel agarra a nota e sai correndo a pagar suas dividas com:

– O talhante.

Este pega a nota e sai correndo a pagar a sua divida com:
– O criador de porcos.

A seguir este sai correndo para pagar o que deve ao:
– Moleiro provedor de alimentos para os animais.

O dono do moinho pega a nota e vai a correr a liquidar a sua divida com:
– Maria a prstituta da rua, faz tempo que não paga, em tempos de crise até ela oferece serviços a crédito…

A prstituta com a nota na mão sai para:
-O pequeno hotel, onde havia trazido os seus clientes nas últimas vezes, e que todavia não tinha pago, e entrega a nota:
– Ao dono do hotel.

Neste momento baixa o milionário que acaba de ver os quartos, diz que não lhe convence nenhum, e toma a nota de volta.

“Ninguém ganhou um centavo, mas agora toda a cidade vive sem dividas e olha o futuro com confiança”!!!

MORAL:
SE O DINHEIRO CIRCULA, NA ECONOMIA LOCAL, ACABA-SE A CRISE

Consumamos mais nos pequenos comércios e mercados.
– Deixa-te de banalidades!
– Consome o que teus amigos e teu país produz !!!
– Se o teu amigo tem uma micro-empresa ¡compra-lhe!
– Se o teu amigo vende roupa ¡compra-lhe !
– Se o teu amigo vende sapatos ¡compra-lhe!
– Se o tua amiga vende pastelaria ¡compra-lhe!
– Se a tua amiga faz unhas !vai e leva a tua mãe!
– Se o teu amigo é escritor¡vai e compra-lhe um livro!!
– Se o meu amigo fosse dono de um restaurante… ¿Que crês?
¡Eu comeria aí!
– Se um amigo meu tivera um bar *¡la estaria!
– Se um amigo meu tivera uma loja ¡iria lá comprar!
Na próxima vez que entres numa grande pastelaria, recorda-te do teu amigo, irmã, prima, tio que vende empadas, pasteis, bolos e são deliciosos.
Ao final do dia, a maior parte do dinheiro é apanhado pelas grandes corporações ¿que pensas? Se vai do país! Mas quando compras a um empreendedor, a uma pequena e mediana empresa e aos teus amigos, os ajudas a eles, e todos ganhamos e ajudas a nossa economia.
Apoiemos o empreendimento
Apoiemos o consumo local ….
Apoiemos a produção nacional…