in

A nova empresa de Elon Musk está a construir um chip que te permitirá transmitir música diretamente para o cérebro

 

A pergunta aqui é: porque é que alguém quereria um aparelho destes? Elon Musk está agora a desenvolver um chip que te vai permitir transmitir música diretamente para o teu cérebro.

Musk é uma figura controversa mas não há dúvidas de que é um crânio. O seu Tesla Cybertruck, apesar de muito feio aos olhos de alguns, é um marco na área da engenharia e o seu trabalho na SpaceX poderá mudar o panorama das viagens espaciais nos anos que se seguem.

A sua última start-up, a Neuralink, que já foi financiada em mais de 158 milhões de dólares, é bem mais intimante do que o “simples” ato de viajar no espaço. É que por lá, estão a desenvolver uma interface cérebro-computador que alegadamente traz uma série de benefícios, incluindo a habilidade de transmitir música diretamente para o teu cérebro…

O empreendedor ainda poderá revelar mais detalhes do Neuralink ainda este mês, mas já algumas “dicas” têm saído sobre o mesmo nas redes sociais. No Twitter, Musk disse que o aparelho “pode ajudar a controlar os níveis de hormonas e utilizá-las para nossa vantagem (alívio de stress, controlo de ansiedade, habilidades melhoradas, melhor capacidade de raciocínio, etc…).

Ele também confirmou que a misteriosa peça de tecnologia permitirá que os utilizadores “oiçam música diretamente pelos chips”. Mas como é que isso funcionaria? Bem, num evento em 2019, Musk mencionou brevemente que seria uma espécie de aparelho conectado diretamente entre o computador e o chip inserido no cérebro.

Para colocar o chip, o procedimento seria similar às cirurgias a laser aos olhos, onde um “robô neurocirurgião” se encarregava de enviar o chip no cérebro.

As potenciais vantagens são prometedoras, sendo que Musk diz que tudo isto tem o potencial de ajudar pessoas com Parkinson, com “lesões no cérebro/autismo/esclerose lateral amiotrófica e basicamente, tudo o que envolva calibragem do cérebro”.

Para além disto, Musk explicou que o Neuralink pode ser utilizado para “treinar a parte do cérebro que é responsável por causar vícios ou depressão”.

O futuro é brilhante…