in

António Costa quer introduzir teste anal à COVID-19 para acesso às discotecas

Muito se tem falado relativamente às novas medidas recentemente aplicadas para combater o contágio da COVID-19. Nos concelhos de risco muito elevado, as pessoas que não apresentem um certificado digital COVID-19 estão sujeitas a ter de fazer um autoteste antes de poderem entrar em alojamentos ou no interior de restaurantes, isto aos fins de semana.

Agora, consta-se que um dos próximos passos do governo português passa por abrir as discotecas, que é um dos setores que mais têm vindo a sofrer desde o início da pandemia, porque ainda que muitas se tenham, de certa forma, readaptado, a verdade é que desde março de 2020 que nenhuma discoteca voltou ao ativo como era antigamente em Portugal. Assim, António Costa quer traçar um plano bem ao nível das últimas medidas tomadas pelo governo e já há um burburinho de que para poderem ir a discotecas, as pessoas que não possuam um certificado digital COVID-19 vão mesmo ter de fazer um teste via anal à COVID-19.

Os rumores têm ganho cada vez mais força e consta-se que a decisão de optar por um teste via anal tem que ver com o facto da “indústria da noite ser um mundo bastante diferente de tudo o resto”, para além de que “a ingestão de álcool à priori da realização de autotestes poderá trazer efeitos adversos e, possivelmente, resultados enganadores”. Não se sabe o quão verdade é isto, mas consta-se que o plano para uma reabertura da vida noturna em Portugal já está em marcha.

Com isto, fica a pergunta: quem estará disposto a realizar um teste via anal à COVID-19 para entrar numa discoteca?

Nota: Artigo fictício/satírico/humorístico. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade, é meramente ficcional.

 

OFERTA 5€ COM O CÓDIGO: GRATIS5 ⤵️