As baratas estão a evoluir de tal forma que vai ser praticamente impossível matá-las

As baratas estão a evoluir de tal forma que vai ser praticamente impossível matá-las

Pois é, aqui estão notícias verdadeiramente aterradoras para aqueles que têm fobia a baratas. Um novo estudo veio constatar que as baratas estão a desenvolver uma resistência anormal a um grande número de insecticidas.

Os investigadores não conseguiram mesmo reduzir o número de baratas durante um estudo que durou seis meses. No espaço de uma geração, a resistência do insecto em questão aumentou cerca de seis vezes. Michael Scharf, autor do estudo, explicou que nem a sua equipa percebe como é que tudo está a acontecer tão rápido…

Os investigadores testaram vários tipos de insecticidas – abamectina, ácido bórico e tiametoxam, isto durante seis meses numa série de apartamentos em Indiana e Illinois onde existem infestações de baratas. Os químicos chegaram até a ser combinados mas constatou-se que independentemente dessas combinações, os investigadores não conseguiram reduzir o tamanho da população de baratas.

Com tratamentos utilizando apenas um tipo de insecticida, a população acabou mesmo por crescer em cerca de 10%, uma vez que as baratas começaram a ganhar resistência aos químicos. Com dois tipos de insecticida, a população de baratas disparou…

Assustador.