Ativista pelos direitos dos animais apela às pessoas para que deixem os mosquitos sugar-lhes o sangue

Ativista pelos direitos dos animais apela às pessoas para que deixem os mosquitos sugar-lhes o sangue

Um ativista pelos direitos dos animais veio mesmo apelar às pessoas que não matem os mosquitos e melgas mas que em vez disso, deixem que eles lhe piquem e suguem o sangue. Aymeric Caron, um apresentador televisivo francês, disse que os insetos em questão sugam o sangue humano para obterem a proteína de que necessitam para os seus ovos…

O homem, de 47 anos de idade, foi mais longe e disse que todas as espécies deviam ser tratadas da mesma maneira e que as pessoas deviam permitir serem picadas por mosquitos a menos que vivam em África, onde correm o risco de apanhar malária, por exemplo.

De acordo com o que foi reportado pelo Independent, Caron disse que outras pessoas matarem mosquitos é algo “embaraçoso, porque estão a ser atacados por uma mãe que está a tentar nutrir os seus filhos”. Caron disse que as picadas de melgas deviam ser consideradas “doações de sangue” e que apesar de o cenário ideal ser o de evitar matá-los, eles podiam ser mortos se necessário.

Ele explicou que um mosquito do sexo feminino não tem outra escolha que não a de arriscar a sua vida pelos seus filhos. Assim, o apresentador disse que a melhor forma de os evitar consistia em utilizar repelentes naturais como o óleo de citronela ou o alho…

Concordam com ele?