Bolhão: Mulher agredida por perguntar se o peixe era fresco

Bolhão: Mulher agredida por perguntar se o peixe era fresco

Sabemos bem que o Mercado do Bolhão é bem conhecido e bem, também sabemos que as mulheres do norte têm uma garra e uma aura diferente das restantes mulheres portuguesas, não é verdade? Pois bem, uma mulher teve a infeliz ideia de teimar com uma peixeira que trabalha no Mercado do Bolhão há anos que o peixe que estava a ser apresentado não era fresco.

Laura, o nome da vítima, vive com o marido e com os seus dois filhos e decidiu ir até ao mercado em questão comprar peixe para o almoço e quando chegou, começou rapidamente a implicar com Elvira, a peixeira em questão, dizendo que “o pargo que estava a ser apresentado para venda não era fresco”. Elvira negou prontamente e continuou o seu serviço mas Laura quis ir mais longe e começou mesmo a implicar com a senhora por esta vender “produto de má qualidade”.

Elvira passou-se completamente da cabeça e quando lhe saltou a tampa, puxou das luvas, saiu do balcão e foi direitinha a Laura, tendo desferido dois chapadões de uma força absurda, de acordo com o que reportaram as testemunhas. As autoridades foram mesmo chamadas a intervir e Elvira não mostrou arrependimento devido ao que fez, tendo mesmo dito antes de ser levada pelas autoridades:

“Ninguém fala mal do meu peixe e me passa por cima assim, não há nada que duas p*tas no focinho não resolva”.

Consta-se que apesar de advertida, o assunto vai ficar em águas de bacalhau.

OFERTA: Cartão REVOLUT grátis. Pede aqui
 

 
Nota: Artigo fictício/satírico/humorístico. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade, é meramente ficcional.