Comunidade LGBT está a exigir um emoji de um homem "grávido"

Comunidade LGBT está a exigir um emoji de um homem “grávido”

Pois é, e se te dissermos que na Austrália estão a debater sobre se deve ou não ser incluído um emoji nas redes sociais de um homem grávido, qual a tua reação?

De acordo com o grupo de pessoas responsável por este pedido, “para existir uma representação de género adequada, é necessário que seja possível representar pessoas grávidas que não se considerem mulheres”. Os defensores deste ideal explicam que “não é digno que apenas as mulheres sejam representadas como grávidas porque existem cada vez mais pessoas transgéneros e estas precisam de exposição”.

A Unicode manifestou que está disposta à ideia de terem mais opções não binárias e que se a procura for alta o suficiente, então a mesma será implementada. “Este ano não houve tempo suficiente para considerar as pessoas trans”, concluíram.

De assinalar que a Apple apresentou há poucos meses um conjunto de 30 emojis “neutros” para representar a diversidade da humanidade.

O que dizer deste protesto?

FONTE: La Gaceta

Nota: Artigo fictício/satírico/humorístico. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade, é meramente ficcional.