in

Enfermeira traumatizada chora ao lembrar-se de um dos difíceis turnos que fez devido ao COVID-19

 

Uma enfermeira dos cuidados intensivos de um hospital em Michigan gravou um vídeo a contar a experiência horrível que teve durante um turno de 13 horas onde teve de lidar diretamente com os mais afectados pela COVID-19.

Explicando que estava completamente isolada dos outros membros da sua equipa, ela partilhou agora a sua dificuldade em tratar dois pacientes com COVID-19, que se encontravam em estado crítico, praticamente sozinha. Ela explicou: “Isto é o meu trabalho e eu fico muito feliz por ajudar mas isto é traumático. Estou a gravar isto para que as pessoas entendam porque é que lhes pedem para ficarem em casa”.

Confere:

“Estava completamente isolada da minha equipa, tinha recursos limitados e respostas limitadas por parte dos especialistas, porque eles também estão a lidar com uma série de outras coisas. Basicamente, passei as últimas 13 horas a tratar dois pacientes com COVID-19 em estado crítico e isto vai ser um dia normal para mim nos próximos meses até o vírus morrer”, disse.

A enfermeira pediu às pessoas que seguissem as ordens que lhes foram estabelecidas e que fiquem dentro de casa para evitar a propagação do vírus.

O que dizer?