Estão a chegar à Terra sinais de rádio vindos de uma galáxia a 1.5 biliões de anos-luz de distância

Estão a chegar à Terra sinais de rádio vindos de uma galáxia a 1.5 biliões de anos-luz de distância

Pois é, um grupo de cientistas reportou que estão a chegar ao nosso planeta sinais de rádio vindos de uma galáxia muito, muito longínqua. Um dos sinais que acabou por ser detetado repetiu-se por seis vezes, tendo vindo sempre da mesma localização.

Os investigadores explicam agora que estes sinais oferecem uma oportunidade para finalmente tentar compreender mais sobre determinados aspetos do universo…

Os sinais mais recentes tiveram a duração de apenas um milisegundo, de acordo com o que reporta o Independent, mas cada um deles “atravessou” a galáxia com a mesma quantidade de energia que o sol é capaz de produzir em 12 meses.

De forma intrigante, os cientistas detectaram que um dos sinais se repetiu por seis vezes, sempre da mesma localização. Ingrid Stairs, da University of British Columbia, explicou:

“Até agora, só vimos um sinal que se repetiu. Ainda assim, isto sugere que podem existir mais para chegar. E com cada vez mais sinais a repetirem-se e mais fontes disponíveis para estudar, podemos finalmente perceber melhor esta espécie de puzzle cósmico, de onde vêm os sinais e o que os causa”.

Os especialistas acreditam que receber estes sinais repetidos significa que eventualmente vai levar a encontrar uma “população substancial” de tais sinais. Cherry Ng, astrónoma na Universidade de Toronto, disse: “Isto pode significar que existe um aglomerado denso como o remanescente de uma supernova perto de um buraco negro na galáxia, por exemplo”.

Num período de três semanas, os investigadores detectaram 13 destes sinais, sendo que foram recolhendo informação que ainda não tinham recolhido até à data. Os cientistas esperam agora usar esta informação para perceber de onde vez o sinal e se é algo natural ou espontâneo. Estima-se que os sinais estão a vir de mais de 1.5 biliões de anos-luz de distância.