Estudo comprova que homens e mulheres não podem ser "só amigos"

Estudo comprova que homens e mulheres não podem ser “só amigos”

Existe uma pergunta a pairar na sociedade há anos e anos: poderão homens e mulheres serem verdadeiros amigos sem acabarem por criar segundas intenções? Poderão homens e mulheres passar muito tempo juntos como amigos sem se questionarem se deveriam dar o próximo passo?

Pois bem, um novo estudo sugere que, por muito que toda a gente queira acreditar nisso, a história de homem e mulher poderem ser “só amigos” é uma autêntica farsa. Uma rede social, a MeetMe, analisou 6500 utilizadores e constatou que metade deles já fantasiou em envolver-se com o seu melhor amigo do sexo oposto…

E se isto não é prova suficiente, fica a saber que quatro em cada dez participantes afirmaram que costumam ter relações sexuais regularmente com o “amigo” do sexo oposto. Para além disso, grande parte dos participantes do estudo também confessaram que, se tivessem a oportunidade, decerto que aproveitariam. Outros sentem que o problema está somente na maneira em como as pessoas definem o que é a amizade.

De acordo com investigações e estudos do psicólogo evolucionista Robin Dunbar, as mulheres vêem o seu melhor amigo como a sua “alma gémea”, enquanto que os homens vêem a respectiva melhor amiga como “conveniente”. Ele explicou:

“As mulheres têm mais interesse em amizades próximas enquanto que os homens não se interessam tanto por este tipo de relações. Eles já têm um grupo de amigos com o qual fazem as atividades casuais como sair para beber um copo ou ver um jogo de futebol”.

Qual a vossa opinião?

Fonte: estudos.com.pt