Experiência mostra o quão facilmente o Coronavírus se pode propagar nos restaurantes

Uma experiência realizada no Japão recorrendo a luz negra permitiu mostrar o quão facilmente o coronavírus pode ser transferido em espaços comuns, como é o caso de restaurantes, por exemplo. A investigação, levada a cabo pela NHK, utilizou tinta como “vírus” e colocou-a na mão de uma pessoa antes de abrir um espaço com buffet, onde toda a gente se podia servir e comer.

Eis o resultado:

A experiência permitiu perceber o quão rapidamente as doenças como o coronavírus se podem propagar, mesmo se só existir uma pessoa infectada em determinado espaço. Nela, podemos ver 10 pessoas que vão a um “restaurante” com apenas uma delas “infectada” (a que tem tinta na mão). Depois de o grupo ter estado junto durante algum tempo, as luzes negras foram ligadas, iluminando os locais para onde o “vírus” se propagou.

Os resultados falaram por si: a tinta podia ser vista nas mãos de todos os participantes, e até na cara de alguns deles.

Muito bom.

OFERTA 5€ COM O CÓDIGO: GRATIS5 ⤵️