Funcionário público é punido por sair para almoço três minutos antes da hora

Funcionário público é punido por sair para almoço três minutos antes da hora

Um funcionário público do departamento fluvial da cidade de Kobe (Japão) foi punido por sair três minutos antes do início da sua hora de almoço para comprar uma refeição.

O trabalhador de 64 anos foi reprimido publicamente após um superior ter descoberto que ele começou a sua hora de almoço três minutos antes do permitido em 26 ocasiões ao longo de sete meses. Os chefes do departamento convocaram uma conferência de imprensa, na qual descreveram as acções do funcionário como “profundamente lamentáveis”.

Em entrevista à agência AFP, um porta-voz do departamento disse que “o horário de almoço é do meio-dia até à uma hora da tarde. Ele saiu da sua secretária antes da pausa”. Segundo o escritório, o funcionário infringiu uma lei de serviços públicos que obriga os trabalhadores a “concentrarem-se nas suas funções”.

Nas redes sociais, as pessoas questionaram a punição afirmando que, em média, ele deixou a mesa mais cedo apenas uma vez por semana, e se a mesma regra poderia ser aplicada para quem faz pausas para fumar ou para ir à casa de banho.

OFERTA: Cartão REVOLUT grátis. Pede aqui