in

Homem pede, em pleno tribunal, um duelo de espadas com a ex-mulher para meter um ponto final na disputa do divórcio

O casamento de David Ostrom “terminou mal”. E quando dizemos mal, digamos que terminou ao ser apresentada uma petição num tribunal do Kansas por parte do homem, de 40 anos de idade, para resolver as disputas…com um duelo…de espadas.

BETANO OFERTA 5€ GRÁTIS

David quer que um juiz autorize que ele e a ex-mulher, ou alguém que a represente, participem num “duelo legal” para “acertar as coisas” e colocar um ponto final sobre a disputa judicial. O americano pediu que o magistrado lhe desse 12 semanas para poder encontrar um par de espadas samurais que pudessem ser utilizadas no duelo mortal, que, segundo ele, “nunca foi explicitamente proibido nos Estados Unidos”.

Na petição, David sugere que Bridgette use o advogado dela, Matthew Hudson, como campeão (guerreiro medieval que defendia outra pessoa num duelo). Acontece que o pedido foi rejeitado e foi inclusive solicitado que David passe por avaliação psiquiátrica.

O que dizer?