in

Homem preso por ensinar o seu cão a morder pessoas que fazem TikToks

Este é, provavelmente, o homem que mais detesta TikToks no planeta inteiro. Bem, em Portugal pelo menos é: Rogério Gomes tem 38 anos de idade e pasmado com o que se vive em pleno século XXI no que a TikToks diz respeito, decidiu treinar o seu cão para começar a morder as pessoas que fazem TikToks.



Tudo começou quando a sua mulher começou a fazer TikToks desalmadamente assim que a aplicação começou a bombar, deixando Rogério algo ciumento. Depois, nas redes sociais, não se via outra coisa e o homem, oriundo de Felgueiras, percebeu que aquilo estava a mexer com a sua vida e que era uma “praga que tinha de acabar”. E assim, começou ele próprio a treinar o seu cão: sempre que o animal o visse a ser retardado em frente ao telemóvel, tinha de o morder. Foi assim que ele o foi educando, sempre com a máxima de que “se estás a parecer retardado ao telemóvel, só podes estar a fazer um TikTok”.

Foram cerca de dois meses de prática e bem, a façanha dele não demorou muito tempo. Depois de 7 pessoas em Felgueiras terem sido mordidas pelo mesmo cão, sendo que uma delas precisou mesmo de ser hospitalizada, uma denúncia anónima foi feita sobre Rogério, sendo que provavelmente alguém que lidava com ele de forma próxima quis desmascará-lo e fazer com que ele parasse o seu cão de magoar as pessoas à pala de uma app para relaxar como é o TikTok.

Rogério foi detido depois de ter sido encontrado no mato a treinar o seu cão para atacar, ensinando-o algumas caras e poses que mais revelassem que uma potencial pessoa com um telemóvel pudesse estar a fazer um TikTok.

Ele aguarda julgamento.

Nota: Artigo fictício/satírico/humorístico. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade, é meramente ficcional.