Homem revela como é namorar com uma "camgirl" depois de ele próprio já ter recorrido a serviços do género

Homem revela como é namorar com uma “camgirl” depois de ele próprio já ter recorrido a serviços do género

 

Se calhar já te perguntaste como seria namorar com uma “camgirl” mas será que te sentias feliz se te juntasses a ela nas suas sessões em frente a uma webcam? É uma questão que Dan e Kelly recebem com alguma frequência. Kelly tem 26 anos de idade e namora com Dan há cerca de um ano.

Hoje em dia, eles têm relações sexuais com regularidade em frente à webcam e o casal explicou à imprensa que não podia estar mais feliz, sendo que os clientes de Kelly, que é remunerada pelos trabalhos que faz via webcam, gostam muito que Dan esteja envolvido no assunto…

Kelly explica: “O Dan entra mas nunca mostra a sua cara. Eventualmente, acaba por ajudar com alguns dos meus clientes. Obviamente que alguns não gostam porque gostam de pensar que eu sou apenas deles mas acaba por resultar grande parte das vezes”.

A verdade é que se muitos homens ficariam nervosos só de pensar em fazerem sexo com a namorada à frente de estranhos, Dan diz que não tem qualquer tipo de problema: “Sou uma pessoa confiante e somos muito relaxados relativamente ao nosso relacionamento”.

E apesar de ter noção de que pode ser estranho visto de fora o facto de a sua companheira ter momentos íntimos com outros homens, Dan diz que os ciúmes não entram sequer na equação da relação deles. Ele diz que para ele, é um “turn-on” e que o facto de a namorada poder trabalhar em casa só traz vantagens.

A verdade é que há um ano, as coisas eram muito diferentes para ambos. Dan afirma que não sabia nada acerca do “mundo as camgirls” e que uma vez, decidiu experimentar um website do género para descobrir mais. E curiosamente, foi lá que se deparou com Kelly, sendo que só passadas algumas semanas de conversa é que ele conseguiu o número dela e acabaram por marcar um encontro.

Dan explica que o primeiro encontro foi difícil: “É preciso imaginar que através da webcam, passámos muitos dos limites – já nos tínhamos visto nus e feito coisas sexuais na internet, por isso encontrarmo-nos vestidos num bar ia ser sempre estranho. Estava nervoso…”

A verdade é que as coisas foram-se desenvolvendo e hoje eles estão muito bem, sendo que Dan está muito feliz por estar com uma “camgirl”. A verdade é que ele diz que os pais dele não sabem da verdadeira profissão dela e para todos os efeitos, diz-lhes que ele é personal trainer.

Ele parece encarar muito bem a situação.