in

Hospedeira de bordo torna-se traficante de droga depois de ter perdido o emprego durante o confinamento

 

Uma hospedeira de bordo que se envolveu no mundo do tráfico de droga depois de ter perdido o emprego durante o período de quarentena provocado pelo coronavírus acabou mesmo por ser presa.

Alexandra Florentina Dobre, de 27 anos de idade, foi apanhada com um grande carregamento de droga escondido debaixo da sua cama e em tribunal, soube-se que Alexandra, oriunda da Roménia, já havia trabalhado para diversas companhias aéreas no Aeroporto de Luton, tendo perdido os seus trabalhos “muito bem remunerados” no início do ano, com a pandemia.

Sem emprego e sem rumo, ela mudou-se para Staffordshire e começou a distribuir pacotes de cocaína…

Ela foi apanhada pela polícia em Stoke-on-Trent em agosto, onde as autoridades encontraram seis pacotes com cocaína na sua mala. Depois, a polícia de Staffordshire fez uma rusga à sua casa onde encontraram cerca de 3 mil euros em cocaína debaixo da sua cama, bem como dinheiro e roupas de marcas caras, que foram também apreendidas.

Em tribunal, ela foi condenada por posse e tráfico de droga e assim, foi sentenciada a 2 anos de prisão. O seu advogado diz que ela foi persuadida a vender drogas por um outro homem, que alegadamente era o seu senhorio e lhe prometeu uma renda mais baixa se ela entrasse no negócio.

Que situação…