in

Leão cujas patas foram partidas para que os turistas pudessem tirar fotografias é resgatado

5€ GRÁTIS  
 

Um leão pequenino foi maltratado, ao ponto de ter ficado com as duas patas partidas, para que turistas pudessem tirar fotografias com ele (ver AQUI). A história é horrível e deu muito que falar mas felizmente, estamos perante um final feliz.

O leão bebé foi finalmente resgatado e vai ter uma segunda hipótese na vida para ser livre. De acordo com o que foi reportado, Simba vivia na Rússia e servia para entreter turistas, tendo sido encontrado com lesões severas no seu corpo, principalmente nas pernas e coluna.

As imagens do antes são assustadoras…

O salvador de Simba é Karen Dallakyan, um veterinário russo que também dedica a vida a salvar animais que sofreram de abusos. O médico levou o leão consigo e tratou dele, restaurando de forma incrível a sua saúde. Para além de ter cuidado das suas patas, Dallakyan assegurou-se de que ele recebia todo o amor de que precisava.

Como é óbvio, a jornada de recuperação não foi nada fácil para Simba: depois de ter permanecido durante imenso tempo num ambiente abusivo, o pequeno leão tinha, de forma compreensível, muito medo de pessoas. Felizmente, Dallakyan não desistiu de Simba e hoje, as coisas mudaram.

Muito bom!