Mulher de 49 anos viola homem de 65 por três ocasiões e depois diz-lhe que o seu pénis é muito pequeno

Mulher de 49 anos viola homem de 65 por três ocasiões e depois diz-lhe que o seu pénis é muito pequeno

Se eram necessárias provas de que os homens também são vítimas de violações, então esta é uma delas. Um homem de 65 anos de idade, conhecido por Ah Ruan, teve um encontro com uma mulher divorciada de 49 anos que havia conhecido recentemente.

De acordo com a Line Today, Ah Ruan conheceu a mulher, identificada como Ying Ying, no mês de maio e desde aí, as coisas foram acontecendo. Trocaram números e tinham “dates” consistentemente mas eventualmente, as coisas começaram a descambar…

Recentemente, Ying Ying convidou Ah Ruan para jantar fora e depois desse mesmo jantar, convidou-o a subir até sua casa. Ele disse que sentia interesse da parte dela mas que nunca tinha acontecido nada mais íntimo até àquele momento.

Acontece que quando a comida começou a cair no estômago, ele começou a sentir-se mal disposto e desorientado e decidiu deitar-se um pouco na cama. Foi nesse momento que ouviu diretamente da boca de Ying Ying que a mesma queria fazer amor com ele. Chocado, ele queria levantar-se mas estava realmente mal e foi aí que ela saltou para cima dele, literalmente, e tirou-lhe a roupa toda.

Ele disse que não tinha “energia” para mais, isto depois de uma primeira relação sexual, mas acontece que Ying Ying lhe deu Viagra, sem que ele soubesse. Assim, conseguiram fazê-lo a segunda vez, mas sempre contra a vontade dele. Uma hora depois, quando o homem pensava que se ia livrar dela, acontece que ela voltou a montar-se em cima de ele, tendo-o violado pela terceira ocasião!

Depois da terceira vez, Ah Ruan disse que queria correr dali para fora mas afirmou não conseguir porque ela o tinha mantido preso em casa. Não teve outra escolha a não ser pernoitar lá. No dia a seguir, quando perguntou à mulher o porquê de tudo aquilo, ela foi fria e rude, tendo-lhe mesmo dito que o seu pénis era muito, muito pequeno.

Finalmente, ele voltou a casa mas ainda hoje diz à imprensa que nunca se sentiu tão humilhado na vida e que o trauma vai demorar bastante a passar…

OFERTA: Cartão REVOLUT grátis. Pede aqui