Mulher tem 90 orgasmos por hora (!) devido a uma desordem sexual raríssima

Mulher tem 90 orgasmos por hora (!) devido a uma desordem sexual raríssima

Esta mulher tem cerca de 90 orgasmos por hora e revelou à imprensa como é que esta desordem sexual muito rara tornou a vida dela um inferno. Cara Anaya sofre do Síndrome da Excitação Sexual Persistente, o que significa que ir buscar o filho à escola ou ir às compras pode ser uma experiência realmente embaraçosa.

Com 30 anos de idade, ela foi diagnosticada com a condição – que não tem cura – há três anos e tem cerca de 90 orgasmos por hora, imagine-se. Ela vive com o seu marido, Tony Carlisi, de 34 anos, e diz que acha a sua condição “embaraçosa, confusa e humilhante”, especialmente quando está perto do seu filho…

A mulher falou mais um pouco da sua situação: “Imaginem o que é estar numa reunião de pais com esta situação. Ninguém percebe, nem crianças, nem os pais das crianças. Mesmo ir buscar o meu filho à escola é motivo de preocupação, porque muitas vezes tenho de ficar no carro devido a tanta excitação e às vezes tenho de esconder o que sinto”.

Cara, que está casada com Tony há 11 anos, diz que hoje em dia evita estar em público ou em espaços abertos. Ela diz: “Tive de aprender a controlar a minha excitação, pelo menos aos olhos dos outros. Mantenho-me séria e tento respirar fundo”.

Devido à falta de meios financeiros, Cara sofreu com a condição durante meses até simplesmente se tornar demasiado para aguentar. Depois de sofrer um ataque de 160 orgasmos em duas horas, ela disse “chega” e foi procurar ajuda médica.

E só há três anos foi diagnosticada. Hoje em dia, ela não é mais do que doméstica e diz ser incapaz de voltar ao trabalho. Ela trabalhava como empregada de mesa mas diz que sente demasiado embaraço só de pensar em explicar a sua condição médica aos colegas.

Deve ser muito, muito complicado. Podes ver um excerto da entrevista AQUI.