"Não gosto de incomodar as pessoas", diz homem que conduziu sozinho até às urgências com um prego no coração

“Não gosto de incomodar as pessoas”, diz homem que conduziu sozinho até às urgências com um prego no coração

Doug Bergeson não chamou sequer o 112 depois de acidentalmente ter pregado um prego no coração enquanto fazia trabalhos manuais na sua casa em Wisconsin. Ele explicou: “Bem, não gosto de incomodar as pessoas se não tiver de o fazer e sentia-me bastante bem depois do acidente, tirando a dor de ter um prego espetado no peito”.

Bergerson estava a fazer trabalhos manuais na lareira de sua casa quando acidentalmente, enfiou um prego no coração com a pistola de pregos, e assim que interiorizou o que estava a acontecer, o seu instinto foi pegar no carro e dirigir-se aos serviços de emergência…sozinho.

Ele afirmou sentir o prego a tremer em simultâneo com o seu coração e assim, limpou-se, meteu-se no seu camião e em 15 minutos meteu-se num hospital em Marinette, Wisconsin. Claro que os médicos e enfermeiros ficaram muito surpreendidos ao verem uma pessoa naquele estado ali, pelo que ele foi rapidamente atentido.

Concluiu-se que cirurgia era a única opção e bem, os médicos tiveram de lhe abrir o peito para que o prego pudesse ser retirado em segurança, sendo que um pedacinho do mesmo acabou por ficar preso numa das principais artérias do coração. Ele passou dois dias no hospital mas correu tudo bem e já se encontra a recuperar em casa…

O que dizer?