in

Orlando Bloom guarda o esqueleto e o pénis do seu falecido cão como ornamentos

Perder um animal de estimação é algo capaz de deixar qualquer um feito em cacos – afinal de contas, os nossos animais de estimação acabam por se tornar parte da nossa família. Há três anos, Orlando Bloom sofreu tanto com a morte do seu cão Sidi que simplesmente não conseguiu ultrapassar completamente, ao ponto de precisar de o ter por perto de alguma maneira.

Acontece que o ator de Piratas das Caraíbas decidiu ir a uma empresa especializada para que pudessem “despir” o cadáver do seu cão, deixando-lhe o esqueleto intacto com o intuito de o manter em casa. Como se não bastasse, decidiu também guardar o pénis do animal como um ornamento.

Confere:

Orlando explicou ao Daily Star: “Eu sei que isto parece um bocadinho estranho para as pessoas mas senti que precisava de o fazer e ainda lhe digo boa noite. Sidi era uma grande companhia e fiquei muito mal quando ele morreu. Decidi montar o esqueleto dele para que ficasse sempre comigo”.

O que dizer?