in

Pessoas que não usam os piscas têm um baixo QI, afirma um estudo

 

Um estudo recente realizado no Instituto de Estudos Recentes Que Estão Longe De Ser Antigos (IDERQELDSA) veio comprovar agora, depois de um último estudo com muito sucesso onde demonstraram que siglas demasiado compridas são desprovidas de qualquer sentido, que as pessoas que não utilizam os piscas enquanto conduzem têm um baixo QI.

No estudo em questão participaram cerca de 2500 voluntários, todos eles portugueses e com idades compreendidas entre os 18 e os 50 anos de idade. O objetivo foi cruzar as informações obtidas acerca da frequência com que realizavam os piscas com outros dados como habilitações literárias e fizeram-se inclusive pequenos testes de QI a todos os inquiridos.

Os resultados ficaram à vista: aqueles com piores resultados no teste e com menos habilitações literárias correspondiam àqueles que não utilizavam o pisca enquanto conduziam.

A líder do estudo, Rosário Spínola, explicou: “Ficou clarividente que as pessoas que não utilizam o pisca são dotadas de um QI inferior mas para dizer a verdade, fazer um estudo sobre isto seria quase obsoleto: quem é que tem a oportunidade de avisar para onde se dirige, sendo essa a sua única forma de comunicação possível com os outros condutores, e não o faz?”

Conheces alguém que não conheça a funcionalidade dos piscas do seu carro?

Nota: Artigo fictício/satírico/humorístico. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade, é meramente ficcional.