in

Pessoas que roem as unhas podem estar mais expostas ao coronavírus, de acordo com os especialistas

 

Um especialista em alergias e doenças infecciosas fez um sério aviso, tendo explicado que o mau hábito de roer as unhas pode colocar as pessoas em risco de contrair todo o tipo de vírus, entre eles o coronavírus. De acordo com Purvi Parikh, os espaços debaixo das nossas unhas podem acumular “todo o tipo de bactérias, detritos, poeira e vírus” e assim, “roer as unhas pode aumentar o risco de contrair coronavírus”.

Parikh também encorajou as pessoas a parar de roer as unhas. No entanto, se isso não conseguir de todo ser evitado, ela sugeriu algumas coisas que as podem prevenir de mastigar as suas unhas recheadas de bactérias. Ela falou com o The Cut: “Sempre que tocas na cara – especialmente na boca, no nariz e nos olhos, estás a transferir para esses sítios tudo o que tens nas mãos. E podes ficar doente”.

Com o coronavírus a espalhar-se um pouco pelo mundo todo e a tirar uma série de vida, está aqui mais uma óptima razão para aqueles que roem as unhas deixarem de o fazer. Parikh, no entanto, sabe que fazê-lo de um dia para o outro não é fácil, e deu algumas dicas, tais como utilizar luvas, mascar partilha elástica ou fazer a manicure regularmente.

Tens o hábito de roer as unhas?