in

Pessoas são encorajadas a fazer sexo com máscara e em posições que “garantam algum distanciamento”

As pessoas que têm companheiros/as íntimos mas não vivem juntos estão mesmo aconselhados a seguir algumas directrizes para impedir a propagação do coronavírus.

Se por acaso não vives com o teu namorado ou com o teu companheiro/a sexual, então o conselho é de que tenhas cuidados redobrados, e é por isso que a Terrence Higgins Trust, com sede no Reino Unido, trouxe algumas recomendações que estão a dar que falar…

O Diretor Médico da Terrence Higgins Trust, o Dr. Michael Brady, disse: “O sexo é uma parte importante da vida e com a pandemia da COVID-19 ainda bem presente, todos precisamos de encontrar formas de equilibrar a nossa necessidade por sexo e intimidade com os riscos de contágio”.

“Muito se tem falado de uma segunda vaga de COVID-19 e assim, o teu melhor companheiro/a sexual és tu ou alguém que viva contigo. Dito isto, existem maneiras de fazeres sexo da forma mais segura possível”.

Assim, a associação desaconselhou a prática de sexo oral, uma vez que pode aumentar o risco de transmissão do coronavírus, sendo que já foram encontrados vestígios do vírus em amostras de sémen e de fezes.

Para além disso, eles recomendam utilizar máscara durante o ato sexual para que gotículas não sejam passadas durante os momentos íntimos e por fim, ficou o conselho de optar por posições que garantam algum distanciamento, nomeadamente posições onde não fiques cara a cara com o teu companheiro/a.

Mais vale prevenir do que remediar…