Preso 72 horas num elevador, homem mata e come a própria mulher para sobreviver

Preso 72 horas num elevador, homem mata e come a própria mulher para sobreviver

De acordo com o Departamento Policial de Filadélfia, um homem em completo desespero acabou por matar e comer a própria mulher para conseguir sobreviver. O cadáver da mulher foi encontrado ao pé dele aquando do salvamento, depois de terem passado praticamente 3 dias presos num elevador.

Quem vence o jogo?

O Sr. Franklin confessou de imediato que tinha matado e comido quase 5 quilogramas da carne da própria mulher, afirmando ter sido necessário para se salvar.

Richard Ross, da polícia de Filadélfia, afirma que o homem assumiu prontamente todas as culpas pelo crime que praticou.

O Sr. Franklin e a sua mulher, Janet Willis, estavam a retornar de um restaurante e entraram no elevador que os levava ao seu apartamento, no 42º. andar.

A subir, o elevador parou repentinamente, deixando o casal assustado. Eles tocaram no alarme mas nada aconteceu. Como nem telemóvel tinham, não havia nenhuma maneira de comunicar com o exterior. Já em desespero, o homem tentou arrombar a porta do elevador para fazer tropelias, que nem Bruce Willis em Die Hard.

Infelizmente, nada conseguiram fazer.

Depois de cerca de 48 horas, o Sr. Franklin afirmou esta a sofrer de desidratação severa e começou a temer pela própria vida.

De acordo com o seu advogado, Darrel Hunter, o seu cliente não teve outra opção a não ser a de matar a própria mulher para ingerir a sua carne e sangue, isto se quisesse sobreviver. Agora, Bruce Franklin poderá apanhar até 75 anos de prisão pelo que fez…

Fonte: notícias de m3rda

Nota: Artigo fictício/satírico/humorístico. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade, é meramente ficcional.