Profissionais do mundo do p*rno revelam como é trabalhar na indústria

Profissionais do mundo do p*rno revelam como é trabalhar na indústria

 

Foi no Reino Unido que passou um documentário no Channel 5 a mostrar as pessoas que trabalham numa das indústrias mais lucrativas do mundo inteiro. Em “On The Sex Business: Porn Stars”, vemos pessoas que trabalham dia e noite em prol do entretenimento par adultos e alguns profissionais falaram de como é trabalhar na área, num negócio que gera biliões de euros anualmente.

Jess e Billy são um casal e trabalham juntos. Jess explicou: “Eu já tive trabalhos mais comuns mas não queria estar lá simplesmente. Não me imagino fechada num escritório, essa é quase a minha definição de inferno. Toda a gente que eu conheço que faz isso é miserável”.

Enquanto que o maior site porn do mundo gera cerca de 23 biliões de cliques todos os dias, parece as filmagens também são de extrema importância. Luke Hotrod, realizador de filmes porn, explica: “A fotografia é muito importante, porque é isso que chama as pessoas”.

Basicamente, tudo o que vês no porn é falso ou planeado. As fotografias são todas muito editadas e envolvem muitos adereços. Já relativamente às filmagens, se calhar as coisas também não ocorrem como tu pensas ou da maneira como vês nos filmes.

Kiki Minaj, uma das maiores ‘performers’ do Reino Unido, explica: “Quando estás a fazer sexo em casa, tu amas a pessoa e estás a abraçá-la mas no porn, tudo tem que estar aberto e nos ângulos certos para que se possa filmar convenientemente”. Ela diz que não é nada confortável.

Ela continuou: “Estar na indústria também dificulta ter uma relação normal – as pessoas pensam que conseguem lidar com isto mas na verdade não conseguem”. Apesar disso, Kiki não quer mudar de profissão e acredita que esta indústria é uma das poucas que valoriza mais as mulheres do que os homens.

“As mulheres são levadas muito a sério nesta indústria. É tudo sobre elas. Quando as pessoas estão a ver porn, estão grande parte das vezes a olhar para a rapariga. Não há sexismo aqui, no porn, as mulheres são as estrelas”, concluiu.

Lidavas bem com um namorado/a pornstar?