in

Recluso condenado à morte come uma Bíblia inteira como a sua última refeição!

Quando os guardas prisionais perguntaram a Jeremy Morris, de 33 anos, se ele queria alguma coisa de especial para a sua última refeição, ele respondeu: “Eu só quero uma Bíblia”.

Os guardas da William C. Holman Correctional Facility pensavam que ele queria apenas rezar e, assim, deram-lhe uma cópia velha da Bíblia.

Contra todas as expectativas, o homicida condenado à morte começou a rasgar o livro sagrado para de seguida o comer! Foram precisas algumas horas para mastigar e engolir pequenos pedaços de papel mas Mr. Morris ingeriu mesmo o total de 1200 páginas, incluindo a capa!

Walter Henri, o guarda prisional que ficou responsável por o vigiar e que até foi o próprio a dar-lhe a Bíblia velha, diz que ele “pareceu ter saboreado cada pedacinho”.

“Ele continuava a arrancar pedaços da Bíblia e a comê-los como se fossem batatas fritas”, completou Walter! Os superiores da prisão afirmam que o deixaram comer pois não há nada no regulamento que impeça tal acto…

Em grande parte dos estados nos EUA e mesmo em outros países onde a pena de morte é lega, é costume dar-se aos prisioneiros em questão uma última refeição especial, pedida por eles. Claro que há restrições, no que toca à acessibilidade, valor e legalidade da refeição.

Apesar de ser um pedido pouco comum, a escolha de Mr. Morris era “acessível e valia menos de 40 dólares”, estando em conformidade com as regras da prisão no Alabama.

Jeremy Morris será executado por ter morto duas freiras católicas no ano de 2007.

FONTE: World News

Nota: Artigo fictício/satírico/humorístico. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade, é meramente ficcional.