Ressonar alto é consequência de ter uma língua gorda, de acordo com os especialistas


Ao crescermos, a sociedade ensinou-nos a ter uma preocupação constante com o nosso peso, sendo que os “gordos” sempre sofreram troça quando comparados com os “magros”. E agora, os especialistas vêm falar da gordura…da língua. Aparentemente, ter uma língua gorda significa que estás mais exposto a problemas como a apneia do sono, uma condição onde a tua respiração para por momentos enquanto estás a dormir, e que pode provocar que ressones e respires mais alto.

Mas afinal de contas, o que é una língua gorda e como saber se tens uma?

Aparentemente, tens uma língua gorda se não conseguires ver a tua úvula inteira – aquela pequena “bolinha” que aparece “pendurada” no teu céu da boca – quando abres a boca e esticas a língua para fora na totalidade.



Apesar de os investigadores saberem que a apneia do sono ser mais provável nas pessoas com excesso de peso ou obesas, até agora não se tinha percebido o porquê. E a verdade é que as línguas maiores e mais gordas são mais comuns entre os pacientes obesos. Assim, línguas gordas são agora vistas como factor de risco, com um novo estudo no American Journal of Respiratory and Critical Care Medicine a constatar que cada 1% de peso extra na língua perdido corresponde a 1% de redução do risco de apneia do sono.

Os investigadores também constataram que quando as pessoas perdem peso corporal, também acabam por perder na língua.

Muito curioso.