Surto de COVID-19 na Austrália pode ter surgido após sexo entre seguranças e pessoas em quarentena em hotéis

Um surto de COVID-19 em Melbourne, Austrália, pode ter sido provocada pelo comportamento inadequado de seguranças de hotéis onde pessoas eram mantidas em quarentena após chegar ao país. Consta-se que alguns seguranças admitiram ter feito sexo com hóspedes que deveriam vigiar durante o período de 14 dias.

Os hóspedes deveriam ficar isolados nos seus quartos no hotel de cinco estrelas Stamford Plaza, mas a regra foi quebrada várias vezes, de acordo com o que reportou o Herald Sun. No dia 1 de julho, o estado de Victoria registou 77 novos casos de COVID-19 – o número diário mais alto desde o dia 31 de março. As autoridades associaram 31 desses casos aos episódios no Stamford Plaza. Incidentes semelhantes – porém em menor escala – ocorreram entre seguranças e hóspedes em outro hotel da cidade, o Rydges on Swanston.

Durante a última semana, o número de infectados já subiu para os 289 em Melbourne.

As autoridades montaram postos de verificação em novos focos do coronavírus nos subúrbios de Melbourne, dadas as dificuldade em conter novos surtos na segunda maior cidade do país. Imagens publicadas pela Australian Broadcasting Corp. mostraram polícias a parar carros em ruas suburbanas depois de 36 subúrbios de Melbourne terem entrado em isolamento, como consequência deste surto.

Complicado…

Fonte: DailyMail

OFERTA 5€ COM O CÓDIGO: GRATIS5 ⤵️