in

Touro morre em agonia depois da primeira tourada pós-quarentena em Espanha

A primeira tourada pós-quarentena em Espanha já deu que falar, tudo pela forma sangrenta e violenta como um touro morreu.

BETANO OFERTA 5€ GRÁTIS

Os activistas do movimento La Tortura No Es Cultura e a Animal Guardians mostraram algumas fotografias do evento, que ocorreu em Ávila, a cerca de 60 quilómetros da capital do país, Madrid.

Como deves esperar vindo de uma tourada, as imagens mostram o matador a perfurar repetidamente o animal, que pode ser visto a esvair-se em sangue das suas feridas, do nariz e da boca.

As fotografias também mostram que a arena estava vazia e agora, os activistas dizem que esta falta de interesse e apoio serve para provar que as touradas não deviam ter o apoio do governo, sendo que actualmente, depende quase apenas desse apoio para sobreviver.

As imagens não são bonitas de ver…

Carmen Ibarlucea, do grupo activista La Tortura No Es Cultura, disse: “Já não tivemos uma overdose de mortes e dor nestes últimos meses? Os números falam por si: em Espanha, aqueles que abominam as touradas estão em larga maioria”.

A verdade é que quem trabalha no sector afirma que o governo espanhol está a utilizar a pandemia do coronavírus como uma oportunidade para matar a controversa tradição.