in

Trabalhador numa morgue é cremado por engano enquanto dormia a sesta

5€ GRÁTIS  
 

Um empregado na morgue de Jefferson County morreu esta manhã, após ter sido cremado acidentalmente por um dos seus colegas de trabalho.

De acordo com o departamento policial de Beaumont, Henri Paul Johnson, de 48 anos de idade, decidiu dormir uma sesta em uma das macas, depois de 16 horas seguidas de trabalho. Enquanto dormia, um outro empregado confundiu-o com um cadáver de uma vítima de acidente de viação de 52 anos de idade e levou-o para o crematório.

Antes que dessem pelo erro, o homem já havia sido exposto a temperaturas entre os 762 e os 982 graus Celsius. Jenna Davis, uma das trabalhadores que se encontrava presente, diz que o ouviram a gritar durante cerca de 15 segundos após terem iniciado o processo:

 

“Primeiro, não percebíamos de onde estava a vir o barulho. Quando nos apercebemos daquilo que estava a acontecer, era muito tarde. Desligámos o aquecimento mas ele já estava morto.”

Aparentemente, foi um empregado novo que causou o acidente. Ele esqueceu-se de ver a marca no pé para se certificar que estava prestes a cremar o corpo certo.

A polícia abriu investigação para determinar as circunstâncias exactas que levaram à morte de Mr. Johnson.

Os investigadores não descartaram a possibilidade de agir judicialmente contra o empregado que causou a sua morte. O jovem pode mesmo ser acusado de negligência.

FONTE: World News

Nota: Artigo fictício/satírico/humorístico. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade, é meramente ficcional.