in

Português despedido por andar a engatar no LinkedIn

Para quem não sabe, o LinkedIn é uma plataforma muito útil para a vida profissional: nesta espécie de rede social, podes estabelecer contactos profissionais com empresas de todo o mundo, conhecer empreendedores e CEOs de diversas empresas e criar ‘connects’ que te poderão ser muito úteis a nível profissional.

BETANO OFERTA 5€ GRÁTIS

Está visto que é uma ferramenta de trabalho, correto? Mas para este artista, esta plataforma foi uma espécie de Tinder. António Brandão acabou mesmo por ser despedido da empresa onde trabalhava, tudo porque andava a engatar mulheres através do LinkedIn.

Consta-se que ele falava com imensas mulheres pela plataforma, sendo que ao início mostrava uma postura formal e de quem realmente estava interessado em determinado trabalho, só que no fundo não era bem assim. A empresa onde ele trabalhava recebeu algumas queixas via e-mail, e foi então que decidiram ir espreitar o seu perfil…

Ele era conhecido por “Senhor Brandão” e no LinkedIn e tinha como profissões “analista”, “ginecologista a part-time” e “enrabador de curiosos”.

Para além disso, constou-se que o Senhor Brandão andava a enviar fotografias do próprio pénis a diversas marcas de preservativos e lubrificantes, alegadamente “por puro marketing”. Para além disso, entrou em contacto com imensas mulheres do mundo dos negócios, desde alunas em final de curso até a CEOs de diversas empresas.

Rumores indicam que ele chegou mesmo a engatar algumas delas, que se deixaram levar pela onda. Agora, decerto que o Senhor Brandão terá dificuldades em encontrar um novo trabalho, dada a má imagem com que ficou online…

Fonte: notícias de m3rda

Nota: Artigo fictício/satírico/humorístico. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade, é meramente ficcional.