in

Urso homossexual viola 5 homens no Gerês

Foi durante o verão, em que as restrições impostas devido ao coronavírus eram bem mais levianas, que cinco amigos decidiram ir passar um dia no Gerês e mal sabiam que estavam prestes a passar por um dos piores dias da sua vida, pelo menos em teoria.

Acontece que a meio de um passeio, já depois de almoço, eles depararam-se, por detrás de uma árvore, com um enorme urso. A história podia terminar aqui se o urso tivesse ido à vida dele mas a situação não foi bem assim. O urso começou a aproximar-se e um dos amigos disse que “o urso estava a comer TODOS com os olhos, e não no sentido de ter fome”.

Eles começaram a assustar-se quando perceberam que o pequeno pénis do urso começava a ganhar forma e ainda antes que fugissem, o urso agarrou num deles e meteu-o de gatas, tendo acabado por violar, sempre com muita gentileza, de acordo com os próprios, um deles.

Na verdade, os outros quatro amigos podiam perfeitamente ter fugido e/ou chamado as autoridades, mas ao perceberem a meiguice que o urso tinha para com o seu amigo, decidiram colocar-se em fila indiana porque queriam todos “sentir um bocadinho do animal”.

Hoje que a história saiu a público, um dos intervenientes da história, André Ventura, disse: “Nunca pensei sentir tanto carinho por um urso. Só gostava de o poder voltar a ver, a ele e à sua pequena pichinha. Só pedia mesmo uma última festinha na cabeça…”

Os cinco intervenientes descrevem o processo como “mágico” e consta-se que todos fumaram um cigarro depois de cada um ter feito “amor” com o urso, sendo que o animal abandonou a área rapidamente.

Sinistro.


Nota: Artigo fictício/satírico/humorístico. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade, é meramente ficcional.