Vegans dizem que o acto de rechear um peru é agressão sexual

Vegans dizem que o acto de rechear um peru é agressão sexual

Pois é, está-se a levantar uma nova onda dentro do espectro do veganismo, onda essa que começou na Colômbia e que se está a propagar rapidamente – como seria de esperar com as redes sociais – por todo o mundo.

Acontece que um grupo de ativistas, todos veganos, vieram impor-se contra as pessoas que têm por hábito confeccionar peru recheado, dizendo que o ato de rechear um peru pode mesmo ser considerado agressão sexual e que é completamente “desumano”.

Foi em Sucre, capital boliviana, que esta onda se começou a levantar e o grupo de ativistas está mesmo a tentar impedir a morte dos perus, apelando à população que comam outras coisas, porque de acordo com eles, “existem alternativas de igual ou maior qualidade e que não envolvem matar animais”.

Eles foram mais longe e disseram que as pessoas que confeccionam peru recheado “deviam ter noção de que estão a cometer agressão sexual a um animal indefeso” e na internet, as opiniões têm sido divididas, sendo que quem não é vegano não lidou muito bem com esta manifestação.

Qual o teu veredicto?

OFERTA: Cartão REVOLUT grátis. Pede aqui
 

 
Nota: Artigo fictício/satírico/humorístico. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade, é meramente ficcional.