Vocalista dos Rammstein defende mulher num bar e f*de a tromba a um fã machista

Vocalista dos Rammstein defende mulher num bar e f*de a tromba a um fã machista

Se insultas a amiga de um sujeito com 1.84 metros bem constituído, sabes que te restam poucas opções: ou acabas a pedir desculpa, ou acabas a chorar depois de teres levado uma solha. Agora imagina que esse tipo é o vocalista de uma famosa banda alemã de heavy metal. Foi isso que aconteceu a um fã em Munique, que acabou hospitalizado graças ao seu ídolo, o vocalista dos Rammstein Till Lindemann…

Como os Rammstein lançaram o seu sétimo álbum de estúdio, estão a promovê-lo e os primeiros concertos foram na sua cidade natal, Munique. Depois de um desses espectáculos, a banda ficou alojada no hotel Bayerrischer e o vocalista visitou o bar de uma amiga para relaxar.

Enquanto desfrutava da companhia e de umas cervejas, Lindemann foi abordado por um admirador, um homem de 54 anos, que pediu uma fotografia. Till recusou-se, explicando que estava a conversar com a sua amiga e o fã acabou por ser agressivo – em vez de sair com dignidade, o homem decidiu insultar Lana, a amiga do vocalista, dizendo-lhe algo como “pagaria o dobro por ti”.

Lindemann ouviu e prontamente disse ao sujeito: “Acabaste de chamar prostituta à minha amiga? Desculpa-te”. Rapidamente o admirador cerrou os punhos e disse para eles irem para a rua resolver o assunto mas pelos vistos nem houve necessidade – o vocalista dos Rammstein desferiu um murro com tal força que partiu o maxilar ao homem…

Muitos criticaram o vocalista mas também houve quem o defendesse. A sua ex-namorada, a modelo Sophia Tomalla, diz que Lindemann é um homem muito educado e que deve ter ouvido algo mesmo grave para os confrontos passarem a ser físico. O vocalista não fez nenhuma declaração oficial sobre o sucedido.

O que achaste da sua atitude?

OFERTA: Cartão REVOLUT grátis. Pede aqui